terça-feira, 8 de junho de 2010

INFERNO ASTRAL

Sonho estranho quase de manhãzinha... Sonhos me deixam levemente tonta. Olho para o espelho e canto: "Deve haver alguma coisa que ainda te emocione". Não tenho fome, é estranho não senti-la, nos últimos tempos comer tem sido a salvação. Não preciso mais compartilhar com as pessoas o que sinto, elas não podem fazer nada, palavras de consolo e otimismo não me servem mais. Não sei o que virá, mas sei que é irremediável. É muito complicado existir, e quanto mais existo mais sou indiferente... Viver se aprende vivendo, sem direito a rascunho.

1 comentários:

projetonulladiessinelinea disse...

Oi! Sheyla Graziela, não acredito que te achei!Não sei se tu se lembra, mas fomos juntas ao Erecom de 2004, em Teresina, e desde aquele tempo que fiquei de pegar as fotos do encontro contigo e nunca o fiz... rs. ;p Mas hoje, iniciei uma tentativa! hehe.

Ah, dei uma lida em seu blog. Teu texto parece coisa da Clarice, esse último pelo menos... Atualiza menina. Escrever faz bem pra alma - pelo menos pra minha ;)

Abs.

Postar um comentário